Posts Tagged ‘celulite’

Imagem

A Terapia das Pedras Quentes é, clinicamente, a aplicação da termoterapia em que a condução do calor é transmitida ao corpo através de pedras plutônicas, formadas na parte baixa dos vulcões. As pedras foram esfriadas de forma lenta ao longo de milhares de anos, permanecendo em sua composição seu potencial energético e bioquímico como o silicato de ferro e de magnésio. O calor emanado das pedras é aplicado ao corpo das pessoas por meio de técnicas avançadas de massoterapia e termoterapia. A energia térmica penetra profundamente nos músculos, promovendo relaxamento intenso, além da desobstrução e normalização do fluxo energético.

Benefícios

  •  Diminui ansiedade, tensão, apreensão e agitação, sendo substituídos pela serenidade, relaxamento, calma e paz interior;
  •  Melhora circulação sanguínea e aumenta o tônus muscular;
  •  Estimula a digestão e a respiração e melhora a mobilidade das articulações;
  •  Desfaz nódulos, eliminando gordura e combate a celulite;
  •  Alivia dores na coluna vertebral e outras regiões do corpo;
  •  Libera emoções reprimidas e melhora fluxo da energia vital.

Indicações: dor muscular, tensão crônica, prisão de ventre, músculos atrofiados, estresse, cólica menstrual, circulação, gordura localizada, celulite, cansaço, angústia, depressão e obesidade.

Contraindicações: asma aguda, cistite aguda (sobre a bexiga), gravidez, infecções agudas, ferimentos, doenças de pele e câncer.

Nos dias 09 e 10 de Maio de 2014 não percam NOVA TURMA do Curso de Terapia das Pedras Quentes no Instituto Medina.

Informações: (73) 4141-0317 e 8801-6413

Read Full Post »

Tomando cuidado com as partes ósseas, no caso das costas: as escápulas, as costelas e a coluna vertebral, e no caso dos membros inferiores, não executar percussão na região poplítea ( Joelho ). Por isso tem que dominar muito bem esta técnica e saber dosar a intensidade em certas regiões.

Read Full Post »

A drenagem linfática possui diversas aplicações no campo da beleza. É um método terapêutico de massagem altamente especializado, feito com pressões suaves, lentas, intermitentes e relaxantes, que seguem o trajeto do sistema linfático. Tem por objetivo aprimorar algumas de suas funções, trazendo vários benefícios, como redução de edemas linfáticos, inchaços pós-operatórios, lipedemas, celulite, retenção hídrica, acne, entre outros problemas. Ao mesmo tempo proporciona a regeneração e a defesa dos tecidos, aumentando a diurese e a eliminação de toxinas, desenvolvendo o equilíbrio do organismo.
Melhora as funções essenciais do sistema circulatório linfático mediante manobras precisas que acompanham os trajetos linfáticos, não sendo necessária a compressão dos músculos. A principal finalidade é mobilizar a corrente de líquidos que está dentro dos vasos linfáticos. Essa pressão leve e intermitente deve ser realizada de forma rítmica e seguir sempre o sentido fisiológico da drenagem da linfa, por isso a grande importância do conhecimento desse trajeto pelos profissionais para o sucesso do tratamento. Do contrário, nada feito. Ou melhor, o efeito pode ser contrário, com o agravamento do problema.
Que tipos de problema a drenagem linfática pode melhorar?
Pode melhorar alguns tipos de edema e auxilia como coadjuvante no tratamento da celulite, já que melhora a drenagem da linfa e do sistema circulatório em geral. É também indicada nas pós-cirurgias estéticas, como lipoaspiração ou lipoescultura, acelerando a recuperação, evitando a fibrose e amenizando o edema pós-cirúrgico.

Como se faz a drenagem linfática?
A drenagem linfática é realizada à base de pressões com os dedos ou as mãos de acordo com a zona do corpo. As manobras devem ser suaves e superficiais com movimentos de deslizamento e de pressão e descompressão sobre o trajeto dos vasos linfáticos e de compressão (bombeamento) na região dos linfonodos (gânglios), como na região das axilas, do pescoço e inguinal (virilhas). A pressão exercida deve seguir sempre o sentido fisiológico da drenagem, ou seja, dos membros em direção ao tronco.
Quais os resultados estéticos?
A grande maioria dos profissionais utiliza a drenagem linfática como coadjuvante no tratamento de celulite, envelhecimento e edemas da pele, em rugas ou bolsas que formam papadas, pernas pesadas e nos quadris. Pode ser utilizada também no combate ao estresse e ao cansaço em geral. Mas é sempre bom lembrar e recomendar que a drenagem linfática com finalidade estética deve ser praticada por profissionais capacitados.


O que a paciente deve fazer para que o tratamento possa ter um resultado mais positivo?
Uma boa e variada dieta alimentar, ou seja, uma reeducação alimentar com hábitos mais saudáveis, evitando frituras, gordura, álcool, enlatados, vida sedentária e incluindo em sua rotina diária exercícios físicos regulares ou esporte. Recomenda-se não ingerir sal em excesso nem usar roupas justas e salto alto. Deve-se tomar mais água, no mínimo 2 litros por dia, e comer muita fibra.

Read Full Post »

acupuntura-is057-0181.jpg

A acupuntura é uma técnica de tratamento da Medicina Tradicional Chinesa, que consiste no estímulo de pontos determinados da superfície da pele, denominados “meridianos” ( canais de energia, onde se localiza “pontos “ que deverão ser estimuldos tanto para sedação , como para tonificação, com o objetivo de equilibrar a energia vital do ser humano ). Podem ser utilizados neste processo: agulhas, ventosas, massagens, e até o calor proveniente da queima da moxa, preparada à partir da erva artemísia (moxabustão). Além dos casos de dor, várias doenças funcionais podem ser tratadas pela acupuntura. Dentro da concepção chinesa, a doença é uma manifestação de desequilíbrio, e a acupuntura seria uma forma de readquirir a harmonia perdida. Entre as doenças tratáveis pela acupuntura estão: dores em geral, especialmente do aparelho músculo-esquelético, gastrite, stress, distúrbios hormonais, insônia, asma, distúrbios menstruais, paralisia facial, sinusite, incontinência urinária, dentre outros. Uma das variações da acupuntura tradicional é a chamada auriculoterapia ou acupuntura auricular. É um método de diagnóstico e tratamento baseado no estímulo de pontos existentes no pavilhão auricular, através de agulhas, sementes, esferas de ouro, prata e cristal; e fundamentado também na Medicina Tradicional Chinesa. Idéias similares, segundo as quais uma parte do corpo seria um mapa dos órgãos, são sustentadas pelos iridologistas (a íris é o mapa do corpo) e reflexologistas (o pé é o mapa do corpo). 

Read Full Post »